Bem-vindo ao Centro Social da Freguesia de Cepos
Inscrição de Sócio Inscrição de Utente - Parte A Inscrição de Utente - Parte B

SOBRE NÓS

MISSÃO

Apoiar permanentemente os reformados e idosos e promover a sua ligação efectiva à comunidade envolvente, traduzindo-se na prática de respostas a pessoas em situação de carência social, em particular a pessoas idosas, em situação de risco ou de perda de independência por período temporário ou permanente, contribuindo para que tenham uma vida digna, confortável e saudável, prestando assistência directa ao idoso e indirecta à família e comunidade. Tudo isto no respeito absoluto pela individualidade e personalidade do utente e demais utilizadores dos nossos serviços, tendo em vista uma organização capaz de atrair, desenvolver e fidelizar como utentes e associados pessoas excepcionais.

VISÃO

Ser um operador de referência na prestação de cuidados e serviços de apoio social, pela prática de serviços de excelência técnica e humana, pela inovação, pela formação contínua e pela implementação de procedimentos de melhoria contínua.

VALORES

EXCELÊNCIA

    - Colocar os interesses dos utentes como o centro da organização e desenvolvimento da organização

    - Promover a prática dos mais elevados padrões éticos e profissionais

    - Humanizar o serviço, criando uma empatia com os nossos utentes e sua família

    - Desenvolver relações de longo prazo com os nossos clientes – utentes e terceiros – baseados na eficácia, integridade e confiança

INOVAÇÃO

    - Praticar melhores cuidados de apoio social possíveis, na medida em que os meios humanos e materiais ao alcance da instituição e os avanços científicos e tecnológicos o permitam

    - Promover a formação profissional

    - Investir em recursos materiais tendentes a proporcionar os melhores serviços

TALENTO

    - Trabalhar com os melhores profissionais disponíveis

    - Procurar implementar e gerir uma estrutura de serviço social de elevada qualidade e eficiência, formada por uma equipa de colaboradores competitiva, dinâmica e fortemente comprometida com a organização

ACTUAÇÃO CENTRADA NOS RESULTADOS

Estamos determinados a atingir resultados ambiciosos e mensuráveis na concretização da nossa missão. Assim continuamos a perseguir com empenhamento os nossos objectivos finais, mesmo que encontremos dificuldades e constrangimentos ao longo do percurso.

RIGOR TÉCNICO

Obrigamo-nos a ser críticos em relação a tudo o que fazemos, abordando cada assunto e decisão com rigor e de forma racional, procurando sempre a melhor ideia ou solução.

APRENDIZAGEM CONSTANTE

Reflectimos e aprendemos com a nosa experiência de forma a melhorarmos o nosso desempenho futuro.

RESPONSABILIDADE PESSOAL

Damos o melhor de nós próprios e assumimos a responsabilidade por atingir os melhores resultados possíveis na nossa área de actuação.

EQUIDADE, INDIVIDUALIDADE E PERSONALIZAÇÃO

Respeitamos os outros e as suas ideias e contamos com o seu contributo. Assumimos as limitações da nossa experiência e valorizamos outras perspectivas.

ATITUDE POSITIVA

Somos realistas e ponderados nos objectivos, acolhemos novas ideias com entusiasmo e temos orgulho naquilo que fazemos e, por consequência nos resultados obtidos.

INTEGRIDADE

Somos honestos, leais e sérios em tudo aquilo o que fazemos, tendo sempre presente os valores e expectativas dos nossos associados e, acima de tudo, dos nossos utentes.

ESPIRITO DE EQUIPA

Acreditamos que o esforço colectivo é a melhor forma de alcançar os nossos objectivos e potenciar o impacto da nossa acção na comunidade.

CORPOS GERENTES ELEITOS PARA O QUADRIÉNIO 2019 – 2022

ASSEMBLEIA GERAL

Presidente – António Santos Almeida

Secretário – Afonso Carreira

Segundo Secretário – Arménio de Almeida

DIRECÇÃO

Presidente – António Manuel Nunes dos Santos Almeida

Vice-Presidente – António Quaresma Pereira

Secretário – Arménio Almeida Simões Neves

Tesoureira – Catarina Alexandra Cerejeira Domingos

Vogal – Martial Marcel Cajelôt

Suplente – Dora Maria Gonçalves Murta Santos Almeida

Suplente – Maria Cecília Nunes de Almeida

Suplente – Maria de Lurdes Nunes Filipe

Suplente – Isabel Cristina Duarte Martins

Suplente – Maria Helena Nunes Neves

CONSELHO FISCAL

Presidente – António das Neves Madeira

Vogal – Abel de Jesus Santos

Vogal – António Quaresma de Almeida

Suplente – Etelvina Nunes dos Santos

Suplente – Maria Alice Almeida Dias Pereira

Suplente – Helena dos Anjos Gonçalves Santos

PLANOS DE ACTIVIDADES

ANO 2020

Plano de Actividades 2020

ANO 2019

Plano de Actividades 2019

ORÇAMENTOS PREVISIONAIS

ANO 2020

Orçamento Previsional 2020

ANO 2019

Orçamento Previsional 2019

LEGISLAÇÃO DAS IPSS E ALGUNS EQUIPAMENTOS SOCIAIS

DO REGIME JURÍDICO DAS INSTITUIÇÕES

Decreto-Lei n.º 119/83, de 25 de Fevereiro – Aprova o Estatuto das Instituições Particulares de Solidariedade Social, que define o regime jurídico a que se encontram sujeitas as instituições que possam ser qualificadas como instituições particulares de solidariedade social.

Portaria n.º 139/2007, de 29 de Janeiro – Aprova o Regulamento do Registo das Instituições Particulares de Solidariedade Social do âmbito da Ação Social do sistema de Segurança Social.

DOS SERVIÇOS E EQUIPAMENTOS SOCIAIS

Decreto-Lei n.º 391/91, de 10 de Outubro – Disciplina o regime de acolhimento familiar de idosos e adultos com deficiência.

Portaria n.º 67/2012, de 21 de Março – Define as condições de organização e funcionamento e instalação das estruturas residenciais para pessoas idosas.

Portaria n.º 38/2013, de 30 de Janeiro – Estabelece as condições de instalação e funcionamento do Serviço de Apoio Domiciliário (SAD).

Portaria n.º 96/2013, de 4 de Março – Estabelece as condições de instalação e funcionamento dos estabelecimentos de apoio social designados por Centros de Noite.

DO REGIME JURÍDICO DO LICENCIAMENTO

Decreto-Lei n.º 64/2007, de 14 de Março – Define o regime jurídico do licenciamento de fiscalização da prestação de serviços e dos estabelecimentos de apoio social relativos a crianças, jovens, pessoas idosas ou pessoas com deficiência geridos pelas instituições particulares de solidariedades social, sociedades ou empresários em nome individual e outras entidades privadas.

ESTATUTOS

Estatutos

REGULAMENTO INTERNO

Regulamento Interno Centro de Dia

Regulamento Interno Serviço de Apoio Domiciliário

PLANO DE PREVENÇÃO E DE EMERGÊNCIA

Plano de Prevenção e de Emergência

METODOLOGIA PARA A GESTÃO E PREVENÇÃO DE SITUAÇÕES DE NEGLIGÊNCIA

Metodologia para a gestão e prevenção de Situações de Negligência


EQUIPA
  • CATARINA DOMINGOS

    Assistente Social

    Directora Técnica da Instituição

  • CRISTINA MARTINS

  • MARIA HELENA NEVES

  • MARIA DE LURDES MARTINS

  • MARTA


NOTÍCIAS


CONTACTOS

Rua Professor Abel Gonçalves de Almeida

         3300-222 Cepos

+351 235 761 126

csfdc@sapo.pt

www.centrosocialcepos.pt


PARCEIROS